Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Novembro, 2014


No âmbito do Mês da Fotografia, a inauguração da Exposição de Fotografia de Sara Rocio, prevista inicialmente para dia 29 de novembro, foi adiada para 30 de novembro, pelas 14h00, no Auditório Municipal Augusto Cabrita.

 

A mostra está patente no Piso 0 – Galeria Vermelha até 18 de janeiro.

1 livro201 livro23  

ENTROPIA_No início houve uma explosão, derivada de uma energia possivelmente latente e as partículas dissiparam-se e expandiram. Sendo a desordem, o estado de evolução de todas as coisas, pois todas as coisas também contêm em si essa energia latente, qual será o fim, afinal? Este projecto não segue uma linha conceptual definida, persegue uma ilógica vivencial. Uma espécie de vórtice. Procura desfazer os emaranhados e encontrar sentidos, num percurso incerto, olhares dispersos, lugares comuns, pessoas que passam ou ficam. Por vezes desgastados e abandonados, os ambientes sucedem-se como o tempo na memória.

1 livro2

 

 

Bio_Nasci no extremo ocidental da Europa, Portugal, três anos antes da revolução dos cravos. Estudei de forma avessa à lógica comum. Primeiro segui o ramo científico, licenciei-me em design, e fiz mestrado em estudos cinematográficos, acabei por descobrir que o meu meio natural são as imagens, paradas ou em movimento.
O que gostaria de ter sido?… bailarina….

 

1 livro24

O restante programa do Mês da Fotografia pode ser consultado em http://www.cm-barreiro.pt/pt/conteudos/noticias+e+eventos/noticias/destaques/mesdafotografiaultimasiniciativas.htm

 

Read Full Post »

AMAC – programação dezembro


flyer

Read Full Post »


 ENTRADA LIVRE

 

cartaz MF Barreiro 2014

 

14h30 às 16h30: fotografia de patrmónio industrial

António Lopes – Fotógrafo e Presidente da APAF – Associação Portuguesa de Arte Fotográfica

Rosa Reis – Fotografia Industrial

***

17h às 19h: Fotografia de Paisagem, natureza e astrofotografia

Nuno Cabrita Luis Afonso 2 MiguelClaro

Nuno Cabrita – Fotografia de Natureza

Luís Afonso (Fotonature) – Fotografia de Paisagem

Miguel Claro (Fotonature) – Astrofotografia

Read Full Post »


ENTRADA LIVRE

YOJIMBO | Akira Kurosawa | Japão, 1961 | 110 min.

Diretor de Fotografia: Kazuo Miyagawa

Género: Drama, Thriller

 

yojimbo

 

SINOPSE

Um samurai desempregado chega a uma cidade à procura de um trabalho, só que esta se encontra dividida entre dois mercadores rivais. O samurai oferece os seus serviços para ambos, envolvendo-se em sangrentas batalhas e aproveitando-se totalmente da situação.

ELENCO: Toshirô Mifune, Tatsuya Nakadai, Yôko Tsukasa

TRAILER: http://youtu.be/WzFq5hOlZ5s

Read Full Post »

5 dez – 21h30 | cinema no AMAC


os maias

Read Full Post »

22 novembro | Artistas a brincar


INTERNET  ARTISTAS A BRINCAR  22 novembro 2014

Read Full Post »


20 de novembro  | 21h

LOCAL: Cineclube do Barreiro
ENTRADA LIVRE

ESTRADA DE PALHA

EstradaPalha

Realização e argumento: Rodrigo Areias

Diretor de Fotografia: Jorge Quintela

Música: The Legendary Tigerman e Rita Redshoes

Portugal, 2012

Género: Acção, Aventura

M/12

120 min.

 

“Estrada de Palha”, trata-se de um “western português” que valeu a Rodrigo Areias um prémio no XVIII Festival Caminhos do Cinema Português, e teve ante-estreia mundial no Festival de Curta-Metragens de Vila do Conde 2011.

 

SINOPSE

Esta é a história de um homem que após ter vivido longe do seu país durante mais de uma década, volta à sua aldeia para vingar a morte do irmão. Inspirado nos escritos de Henry David Thoreau, traduz «Desobediência Civil» para português. Num pais onde a corrupção e a extorsão são encaradas com normalidade, aqueles que materializam a representação do Estado prendem e matam impunemente. Alberto tenta combater a tirania do estado e salvar o que resta da sua familia. Mas este é um país onde nada muda…
Rita Redshoes e Legandary Tigerman fizeram uso de “instrumentos pouco usuais no seu dia-a-dia musical” para comporem a banda-sonora do filme. À mais tradicional guitarra eléctrica juntaram o marxophone e até um berbequim foi usado “para ‘abrir’ o som de uma guitarra Dobro”.
ELENCO:
Adelaide Teixeira,  Ângelo Torres,  Inês Mariana Moitas,  Nuno Melo,  Vítor Correia

 

Read Full Post »


Danação, de Béla Tarr

Quinta-feira, 13 de Novembro, 21h

 

LOCAL: Cineclube do Barreiro

ENTRADA LIVRE

 

bela tarr

Título original: Kárhozat

Realização: Béla Tarr

Diretor de Fotografia: Gábor Medvigy

Género: drama

Língua original: húngaro

Legendagem: português

Classificação: M/12

Hungria, 1988, preto e branco, 120 min.

Elenco

Gábor Balogh, János Balogh, Péter Breznyik Berg, Imre Chmelik, György Cserhalmi, Zoltán Csorba, József Dénes, Zoltán Farkas, Gáspár Ferdinándy, Jenõ Gaál, János Gémes, Károly Hunyadi.

Maldição_Damnation-3

Sinopse

Danação é o filme que trouxe o reconhecimento mundial a Tarr. É a história de Karrer, um desgraçado que se apaixona por uma cantora de cabaret casada numa cidade mineira húngara. Sonha com uma vida melhor com ela e acaba por envolver o marido num esquema, para conseguir mais tempo com a mulher, mas o plano corre mal.

Béla Tarr

Béla Tarr nasceu em 1955 em Pécs, na Hungria, mas cresceu em Budapeste, numa família ligada ao cinema e ao teatro. Aos dez anos, foi levado pela sua mãe a um ‘casting’ da televisão nacional húngara (MTV – Magyar Televízió). Foi seleccionado para o papel de filho do protagonista numa adaptação da novela de Tolstoy A morte de Ivan Ilitch. Depois dessa experiência, foram poucas as ocasiões em que Tarr trabalhou como actor, uma vez que, desde cedo, quis dedicar-se à filosofia, ao mesmo tempo que encarava o cinema como um hobby. Porém, acabou por se dedicar mais intensamente à realização, após ter sido afastado da universidade, na sequência de uma série de curtas-metragens de 8 milímetros que produziu enquanto jovem, sobretudo pequenos documentários sobre a situação dos trabalhadores e dos pobres nas zonas urbanas da Hungria.

Com a ajuda do teórico do cinema e seu amigo Béla Balázs, Tarr criou condições para realizar a sua primeira longa-metragem, Családi tűzfészek, em 1977. Prosseguiu os estudos em cinema na Escola de Teatro e Cinema da Hungria no início dos anos 1980 e, a partir de 1982, ano em que produz uma adaptação de Macbeth para a televisão húngara, dá-se uma viragem profunda no seu trabalho. O filme tinha apenas dois planos, um de cinco minutos e outro de 67, o que apontava para a incorporação de uma forte influência de realizadores como Andrei Tarkowsky. Tarr, no entanto, considera Rainer Fassbinder a sua principal influência. Tem na sua filmografia um vasto e internacionalmente reconhecido conjunto de títulos, dos quais se destacam Danação (1988), Tango de Satanás (1994), As harmonias de Werckmeister (2000) e O cavalo de Turim (2011).

 

 

***

Próximas sessões do ‘Mês da Fotografia’:

– 20 de Novembro, 21h – Estrada de Palha, de Rodrigo Areias
– 27 de Novembro, 21h – Yojimbo, de Akira Kurosawa

 

***

Mais informações:

http://ccbarreiro.blogspot.pt/

cineclubebarreiro@gmail.com

 

 

 

Read Full Post »


9 novembro | Domingo | 14h30 às 19h

AMAC – Auditório Municipal Augusto Cabrita

 

Com a moderação de Lurdes Lopes (Chefe de Divisão de Promoção Cultural da Câmara Municipal do Barreiro)

 

FOTOGRAFIA DE ESPETACULO – 14h30 às 16h30

 

 

Mário Pires

Mario Pires

Nasceu em 1960, tem formação académica em Engenharia Química e fotografa desde 1984.

É o fotógrafo oficial do Festival de Músicas do Mundo de Sines, dos eventos Ignite Portugal e organizador do evento anual #PhotoÓbidos

Profissionalmente é responsável pela produção audio/visual e multimédia num centro de formação profissional.

***

Margarida Dias

Margarida Dias

Nasceu em 1966 e é formada em Fotografia pelo ar.co (Centro de Arte e Comunicação Visual), foi fotógrafa residente do Teatro D. Maria II. Expos o seu trabalho em mais de 25 exposições, estando representada em diversas coleções publicas e privadas.

***

Rita Carmo

RITA CARMO1 jose sena goulao

Rita Carmo é fotógrafa dedicada à cena musical há 23 anos. Iniciou a publicação de fotografias no semanário Blitz em 1992 onde permanece fotógrafa residente. Em 2003 editou pela Assírio & Alvim o álbum fotográfico “Altas-Luzes”. Em 2004, expõe no 4º Festival Portugais na Fnac Forum Les Halles em Paris. Em 2008, edita com a revista BLITZ o álbum “Portugal XXI – Imagens de Sons Portugueses”. Em Julho de 2009 expõe no Festival Alive parte do seu trabalho relacionado com concertos ao vivo. Em 2013, edita o álbum “Bandas Sonoras – 100 Retratos na Música Portuguesa” pela Chiado Editora. Como freelancer é responsável por diversas capas de CD’s e imagens de divulgação de músicos portugueses. Desde 2008, dá formação em Fotografia de Espectáculo em várias Escolas de Fotografia.

 

 (Intervalo de 30 min.)

 

FOTOGRAFIA DE CINEMA – 17h às 19h

 

Sara Rocio

Sara Rocio_retrato.00

Nasci no extremo ocidental da Europa, Portugal, três anos antes da revolução dos cravos. Estudei de forma avessa à lógica comum. Primeiro segui o ramo cientifico, licenciei-me em design, e fiz mestrado em estudos cinematográficos.

Acabei por descobrir que o meu meio natural são as imagens, paradas ou em movimento.

O que gostaria de ter sido?… bailarina….

***

Rui Poças

???????????????????????????????

Natural do Porto, desempenha a função de director de fotografia desde 1993 e já trabalhou em dezenas de projectos, entre os quais “Odete”, “A Cara que Mereces”, “Adriana”, “André Valente”, “O Cântico das Criaturas” e “Tabu”. Em Dezembro de 2005, a Cinemateca de Lisboa integrou a sua filmografia no ciclo “Os Grandes Directores de Fotografia do Cinema Português”. Diretor da Pickpocket Gallery, em Lisboa.

***

Rita Benis

RuiPoças

Rita Benis nasceu no Porto em 1974 e vive actualmente em Lisboa. Concluiu uma pós-graduação e um mestrado sobre argumento cinematográfico e está a terminar um doutoramento dedicado ao estudo dos argumentos de Manoel de Oliveira e João César Monteiro. Leccionou “Argumento Cinematográfico” na licenciatura de Estudos Artísticos, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Trabalha em cinema, desde 2000, como assistente de realização e argumentista – colaborou, entre outros, com Teresa Villaverde, Inês Oliveira, António-Pedro de Vasconcelos, António da Cunha Telles, Vincent Gallo e Catherine Breillat. Em 2011 iniciou a realização do documentário Silêncio, decorrido entre Marrocos, Islândia e Trás-os-Montes.

 

 

***

LOCAL

Auditório Municipal Augusto Cabrita

Av. Esc. dos Fuzileiros Navais | Parque da Cidade

2830-150 Barreiro

T.: 212147410 ou cultura@cm-barreirp.pt

 

Read Full Post »


Forum Barreiro_convite digital

Read Full Post »

Older Posts »