Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Outubro, 2011


Coordenação e Formação de Cláudia Ramos

PROGRAMA:

Ateliês para Adultos:

Ateliê de escultura I,

Das Coisas Nascem Coisas

 Sábados, 19 e 26 de Novembro 2011

das 14h00 às 17h00 (2 Sessões /3 horas cada)

30€ por aluno;

FÉRIAS DE NATAL

Ateliês para Crianças e Jovens – 17 a 22 de Dezembro 2011 – das 10h00 às 13h00:

Sábado, 17 – Ateliê da Ginga (6 aos 10 anos /10 € por aluno);

Segunda, 19 – A Mão Inteligente (6 aos 10 anos /10 € por aluno);

Terça, 20- Ateliê das Sombras (6 aos 10 anos /10 € por aluno);

Quarta, 21 – Ateliê de Desenho Expressivo (6 aos 10 anos /10 € por aluno);

Quinta, 22 – Histórias com Escultura (10 aos 16anos /12€ por aluno).

NOTA: No caso de o aluno frequentar todos os ateliês dos 6 aos 10 anos (Ateliê da Ginga, A Mão Inteligente, Ateliê de Sombras e Ateliê de Desenho Expressivo) o valor será de 30€.

http://artesfera.wordpress.com/nucleo-artes-plasticas/arte-educacao/

Read Full Post »


INGRESSOS no Posto de Turismo da CMB, Av. Alfredo da Silva | CONTACTO: 91 105 57 91

 

 

Read Full Post »


Exposição de fotografia

 

Na Galeria Municipal de Arte

O “Mês da Música Outubro’11 – A Cidade e a Música”, promovido pela Câmara Municipal do Barreiro, apresenta um conjunto de três exposições de Fotografia de três fotógrafos, todas elas dedicadas à Música. Cláudio Ferreira e Vera Marmelo são dois fotógrafos do Barreiro. Rita Carmo é “a” fotógrafa de música do nosso País. A inauguração está agendada para o dia 22 de Outubro, pelas 18h00, na Galeria Municipal de Arte.

As três exposições balançam entre fotografia de retrato (Rita Carmo e Vera Marmelo) e a fotografia de concertos (Cláudio Ferreira).

A mostra está aberta ao público de 22 de Outubro a 19 de Novembro e prevê a apresentação de vários trabalhos inéditos.

 

 

BIOGRAFIAS DOS FOTÓGRAFOS

 

CLAUDIO FERREIRA

Cláudio Ferreira nasceu em 1974, em Lisboa.

Estudou fotografia no Ar.co, entre 2000 e 2004 e foi bolseiro no 3º ano.

Frequentou o Cenjor em pós produção digital, é membro da direcção do Cine Clube do Barreiro e trabalha como freelancer em fotografia de arquitectura, publicidade, e produto.

Colaborou com a revista Happy Woman e, actualmente, com a Essential Lisboa e 12.

Fotografa o Barreiro Rocks, desde 2006 e colabora com o grupo de teatro do Barreiro, Arte Viva, desde 1998. O seu trabalho passa também por fotografia de reportagem, retratos e alimentação.

Para além do trabalho comercial está também a desenvolver um trabalho mais autoral com especial incidência na paisagem, e retrato social. www.claudioferreiraphoto.com

RITA CARMO

Nome da Exposição: “Bandas Sonoras”

Rita Carmo (n.1970, Leiria) é licenciada em Design de Comunicação pela ESBAL. Fotógrafa dedicada à cena musical há mais de 19 anos. Iniciou a publicação de fotografias no semanário Blitz, em 1992 onde permanece fotógrafa residente.

Tem fotografias editadas em diversas publicações portuguesas e estrangeiras. Em 2003, editou pela Assírio & Alvim o álbum fotográfico “Altas-Luzes”. Em 2004, a convite da Alcatel Portugal e da Numero, expõe no 4º Festival Portugais na Fnac Forum Les Halles em Paris. Em 2008, no âmbito do Congresso Feminista, expõe na Fundação Calouste Gulbenkian. Ainda em 2008, edita com a revista BLITZ o álbum “Portugal XXI – Imagens de Sons Portugueses”. Em Julho de 2009 expõe no Festival Alive parte do seu trabalho relacionado com concertos ao vivo. Como free-lancer, é responsável por diversas capas de CD’s e imagens de divulgação de numerosos músicos portugueses.

Foi júri do Prémio FNAC Novos Talentos Fotografia, em 2004 e 2005.

É formadora de Fotografia de Espectáculo na Restart e no Instituto Português de Fotografia.

www.ritacarmo.com

«Rita Carmo é “a” fotógrafa de música em Portugal. Sendo o olho oficial do semanário musical Blitz, desde 1992, pela sua lente passaram praticamente todos os nomes graúdos da mais criativa e vital expressão sonora nacional; uma mão-cheia de novos talentos; e uma série de exemplos internacionais incontornáveis na história da cultura nos séculos XX e XXI.

Uma pequena mas esclarecedora parte do seu trabalho conheceu edição em Dezembro de 2003, através do álbum fotográfico Altas-Luzes (ed. Assírio & Alvim). São aproximadamente 200 imagens de gente tão diversa quanto PJ Harvey, Sérgio Godinho, Laurie Anderson, Björk, Da Weasel, Nick Cave, Madredeus, Marilyn Manson, John Zorn, Cesária Évora, Camané e The Gift.

Nesse documento, como nas imagens que fazem parte do livro Portugal XXI – Imagens de Sons Portugueses (editado em Novembro de 2008 com a revista BLITZ), faz-se prova da sua maior qualidade: a de se deixar “engolir” pelo imaginário dos artistas fotografados, e, juntamente com eles, reinterpretar a sua obra.»

Gonçalo Frota in apresentação “Portugal XXI – Imagens de Sons Portugueses”.

 

VERA MARMELO

Vera Marmelo nasceu em Dezembro 1984, Barreiro.

Começa a usar a fotografia como meio em 2006. Passa por breves formações mas o grosso da sua aprendizagem surge através da tentativa-erro e da obsessão por ver e rever imagens. A fotografia apresenta-se-lhe desde o início como uma boa desculpa para se aproximar de novos sítios e pessoas. Desde sempre ligada à música, dedicou os últimos tempos a documentar muita da nova cena musical portuguesa contemporânea.

Em 2007, conclui o mestrado integrado em Engenharia Civil, no Instituto Superior Técnico. Trabalha nesta área desde então.

É ainda no IST que toma contacto com a fotografia, em 2005, ao frequentar o núcleo de fotografia da universidade (NAF). É esta a ferramenta que a vai ligar à música. Em 2005, alia-se a Tiago Sousa na extinta editora Merzbau, contribuindo como fotógrafa e assistente de produção. O seu primeiro contacto com o Festival Outfest surge em 2006 para expor, situação que se repete em 2008. Na edição de 2009, inicia a colaboração com os organizadores do festival e respectiva associação participando na curadoria e produção das Artes Visuais do festival. É também em 2009 que a convite do Museu da Música expõe um conjunto de imagens recolhidas entre 2007 e 2009 junto aos novos músicos portugueses. Em 2010, volta a expor em dois espaços – Atalaia 31 e na Loja de Discos Trem Azul.

É frequente a colaboração com músicos, artistas visuais e publicações de imprensa. Vive e trabalha entre o Barreiro e Lisboa. 

http://v-miopia.blogspot.com/

Read Full Post »


Read Full Post »