Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Fevereiro, 2008


“Control”, realizado pelo aclamado fotógrafo Anton Corbijn, conta a história de Ian Curtis, líder e vocalista dos míticos Joy Division, até ao momento do seu trágico suicídio. Uma história que se confunde com a do som que mudou a face da música. Com interpretações de Alexandra Maria Lara e Samantha Morton, protagonizado por Sam Riley (“24 Hour Party People”), banda sonora dos New Order e músicas dos Joy Division, “Control” documenta as relações de Curtis com a mulher e com a amante, a batalha contra a epilepsia e o caminho para a glória. Ian Curtis suicidou-se a 18 de Maio de 1980, véspera da primeira digressão americana que se desenhava como um novo triunfo para a banda.

* informação retirada do blog do Cineclube do Barreiro.

Read Full Post »


FORMAÇÃO
1, 2, 8 de Março. 15 de Março (em conjunto com a Oficina de Produção do Espectáculo, trabalho final). 15h00, M/16, duração 3h00, inscrição: 6,00€
WORKSHOP DE CENOGRAFIA
Auditório Municipal Augusto Cabrita – Sala de Ensaios
Formadora: Sara Franqueira
Sara Franqueira é licenciada em Arquitectura, função que exerce como independente. O seu gosto e interesse conjugado entre as artes plásticas e o espectáculo fizeram direccionar o seu percurso profissional para o campo da cenografia. É a ela que dedica a maior parte do meu tempo, e é também através do seu estudo e experimentação que desenvolve as suas propostas artísticas enquanto criadora.

9 de Março, 9h00 às 17h00. 15 de Março, 15h00 às 18h00 (em conjunto com o Workshop de Cenografia, trabalho final) M/16, inscrição: 3,00€
OFICINA DE PRODUÇÃO DOS ESPECTÁCULOS
Auditório Municipal Augusto Cabrita – Sala de Ensaios
Formador : João Fernandes
João Fernandes é licenciado em Animação e Produção Artística ESE – IP (Bragança). Fez um Estágio curricular na companhia de teatro Escola da Noite (Coimbra). Realizou um Estágio Profissional em Produção e Programação de Teatro no Auditório Municipal Augusto Cabrita (Barreiro) e foi fundador do Teatro Orgânico e do colectivo Vigilâmbulo Caolho. Foi Responsável pela Produção de Mobilização do Teatro Politeama (Lisboa).
29 de Março, 14h00, M/16, duração: 5h00, inscrição: 3,00€
ATELIER DE CARACTERIZAÇÃO E AUTO-IMAGEM
Junta de Freguesia da Verderena
Formadora: Helena Inês
Maria Helena Freire Marques Rosa Scarpa Inês frequenta neste momento o 3º ano do Curso de Design de Comunicação na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, trabalhou 22 anos como operadora de som e locução e tem experiência como road manager de artistas como Dulce Pontes e Mané. Frequentou vários cursos e workshops de Teatro tendo também experiência como actriz. Neste momento trabalha como Maquilhadora Profissional – freelancer e nesta área participou em projectos em cinema, teatro, televisão e moda.

Read Full Post »

Vem aí…


Read Full Post »

TEATRO em Março


MÊS DO TEATRO
(a decorrer em vários locais)
consultar programa

DIA 1
A Greve
, Associação Cultural de Surdos

16h00, Ingresso: 2,5€

Quando temos a convicção que estamos a ser explorados como lidamos com isso? Vamos ter que mudar alguma coisa.

DIAS 2 e 9
O País das Letras
, Teatro de Ensaio do Barreiro

17h00, M/5, Duração: 1h30m, Ingresso: 5€

Era uma vez… num país imaginário (ou talvez não) onde havia um palhaço rico que mandava e um faz tudo que obedecia, existiam umas letras que trabalhavam de sol a sol, para engordarem o palhaço mas sem se puderem juntar pois eram proibidas de o fazer. Assim, viviam tristes e amarguradas até que um dia … não é bem o que estão a pensar, só posso dizer que acabaram a cantar.

DIA 8,DIA DA MULHER
Marie Curie
, Teatro Extremo

21h30, M/12, Duração: 1:30h, Ingresso: 5€ (Todas as mulheres têm direito a 50% de desconto no valor do bilhete)

O texto da jornalista e autora polaca Mira Michalowska, discorre sobre a vida de Maria Curie através de Mary Mattingley Meloney.
“Missy” Meloney, uma jornalista americana, fascinada por Maria Curie, a cientista que descobriu o rádio e a radioactividade e que recebeu por duas vezes o prémio Nobel, deseja conhecê-la e fazer-lhe uma entrevista. O objectivo é a publicação de um artigo sobre a cientista na revista “The Delyneator”.
E apesar de Maria Curie ter aversão aos jornalistas, aceitou ser entrevistada “Missy” Meloney por várias vezes. À medida que o tempo vai evoluindo a cientista vai exercendo um fascínio cada vez maior na jornalista ao ponto de esta descobrir que encontrou o objectivo para a sua vida. Nasce então uma grande amizade entre estas duas mulheres.
Esta amizade forjada em nome da ciência mudará a vida das duas e também a de mil ou talvez cem mil pessoas.

DIA 15
Dúvida.
Interpretação: Eunice Muñoz, Diogo Infante, Isabel Abreu e Lucília Raimundo

21h30, Ingresso: 15€ plateia; 12,50€ frisa


Peça galardoada com o “Pulitzer Award 2005” e quatro Tony Award, incluindo o de melhor peça.

Uma parábola de John Patrick Shanley. 1964. Uma igreja e escola católicas. Bronx, Nova York. Um Padre é suspeito de assediar sexualmente uma criança de 12 anos. A Madre Superiora acusa-o. O Padre reclama a sua
inocência. Será ele culpado ou inocente?

O que fazemos quando não temos a certeza?
Como tomamos decisões?
De que forma nos relacionamos com o poder?
Somos capazes de viver com a incerteza?
Temos coragem de viver com Dúvida?
Somos capazes de aceitar a dor que a Dúvida e a sabedoria exigem?
Somos capazes de ser livres?
Vivemos numa mentira ou somos capazes de viver a vida com amor, coragem e verdade?
Ana Luísa Guimarães

DIAS 27, 28 e 29, 21h30
DIA 30, 16h00
A grande Revista do Séc. XX.
ARTEVIVA Companhia de Teatro do Barreiro
Texto de Fernando Arrabal e encenação de Rui Quintas

Ingressos a 7,5€

Através de uma família isolada da civilização, mais propriamente, através da criança do grupo “Maria Satanás”, vamos revisitar um dos séculos mais importantes da Historia da humanidade.
Hiroshima e Einstein, os jogos olímpicos e Landru, Hitler no seu bunker, a virgem de Fátima e os discos voadores, a tragédia do Titanic, Freud e a revolução sexual e os crimes da lua, são os principais ingredientes de um espectáculo musical, que é um puro “pânico”.
O convite fica feito, em Março divirta-se com “A Grande Revista Do Século XX”, e não se esqueça “…Quando a noite chegar, não tenha sonhos sujos com a Maria Satanás”.

Read Full Post »

CINEMA em Março


Programação Cinema AMAC
Todas as sessões às 21h30 ingressos 2,5€

DIA 6
Era preciso fazer as coisas
, de Margarida Cardoso

PORTUGAL, 2007, 52 min

Grande Prémio para Melhor Longa-metragem Nacional no DocLisboa

Alguns dias de Outono durante os ensaios de “O Tio Vânia” de Tchékhov. Actores e encenador procuram o caminho para a construção de qualquer coisa em comum. As suas vozes interiores, as suas dúvidas, confundem-se com as das personagens que tentam alcançar. A casa, o tempo, a idade, a frustração. Não estaremos todos à procura de sentido? O novo filme de Margarida Cardoso não é um making of sobre a montagem desta peça, é uma obra sobre a paixão pelo teatro e pela arte de representar.

DIA 12
Grindhouse
, de Quentin Tarantino / Robert Rodriguez
EUA, 2007, 191m


Eis, na sua concepção original, o “filme duplo” de Tarantino e Rodriguez. Composto na prática por dois filmes, À Prova de Morte e Planeta Terror, trata-se de uma homenagem ao cinema gore e de terror dos anos 70.
Se À Prova de Morte trata a história de um duplo de cinema que faz do atropelamento forma de vida, em Planeta Terror encontramos, frente a frente, rebeldes, zombies e forças armadas. Uma sessão dupla de todos contra todos.

DIA 20
Paranoid Park
, de Gus Van Sant
EUA/FR, 2007, 85m
Cannes, Prémio do 60º Aniversário 2007
Cannes, Nomeado para a Palma de Ouro 2007

Nas violentas ruas de Portland um jovem skater vê-se envolvido na morte acidental de um guarda-nocturno. A investigação criminal que se segue e a forma como envolve os intervenientes constroem um ambiente cinematográfico que nada ficará a dever aos anteriores “Last Days” ou “Elephant” (este vencedor da Palma de Ouro em Cannes).

Read Full Post »